Clandestinidade

Curtas-Metragens de ficção.

Fonte:portacurtas.org.br


827

Views

Rio de Janeiro, 1977. Para não ter que dar explicações à esposa e poder encontrar sua amante em paz, Roberto diz que entrou para o Partido Comunista, que na época agia na ilegalidade. Para sua surpresa, sua mulher também decide se filiar ao Partido.


Gênero: Ficção Diretor: Rodrigo Guéron Elenco: Augusto MadeiraBruce GomlevskyClaudia LiraIsabel Guéron Duração: 20 min     Ano: 2003     Bitola: 35mm País: Brasil     Local de Produção: RJ Cor: Colorido Produção: Fabrício Felice Fotografia: Ralf TambkeRoteiro: Manuela SantosRodrigo Guéron Direção de Arte: Bernard Heimburger Empresa(s) produtora(s): Plural Filmes Som: Bruno Espírito Santo Edição de som: Edwaldo Mayrink Produção Executiva: Ralf TambkeRodrigo Guéron Participação especial: Tonico Pereira Mixagem: Damião Lopes Montagem: Leonardo Domingues Música: Rodrigo Maranhão

Sobre o autor: Porta-Curtas

O Porta Curtas é um projeto que visa não apenas trazer os melhores curtas-metragens brasileiros para a internet, mas também formar um painel representativo da produção nacional de curtas em termos de décadas, técnicas, tendências e elencos.

O Porta Curtas é pioneiro na Internet nacional, pois todos os curtas disponíveis são exibidos em sua forma original, sem cortes, e os direitos autorais dos criadores são sempre respeitados. Desde seu início, em agosto de 2002, o Porta Curtas conta com o patrocínio da Petrobras.

A TeleObjetiva exibe em seu site algumas produções disponibilizadas pelo Porta-Curtas.

Fonte: http://portacurtas.org.br/faq/categoria.aspx?ifaq=6


+ informações
email:
Sobre a TeleObjetiva

A TeleObjetiva estúdio de comunicação Ltda é uma produtora de TV, Vídeo e Fotografia, com sede em São Paulo-SP. Oferece ao mercado soluções em transmissão ao vivo, programas e comerciais em vídeo para TV e Internet e o desenvolvimento de WebRádios, WebTVs e TVs Corporativas.

Newsletter