drowned: brutalidade visceral

880

Views

 

Com o novo álbum, Belligerent, banda mineira atinge o ponto alto da carreira.

 

Quando começamos a ouvir Heavy Metal, temos aquela sede de querer conhecer o maior número de bandas possíveis, mas com o passar dos anos, são poucas que acompanhamos, mas as que continuamos seguindo, nos transformamos em fãs, e assim é com o Drowned, pois essa banda é uma daquelas que acompanho desde a sua primeira demo!

 

Tendo iniciado suas atividades nos anos 90 com a demo Where Dark And

Drowned - Imagem extraída do site da banda 

Light Divide, o quinteto mineiro é um dos poucos nomes da cena nacional fora de São Paulo que mantém uma carreira estável e com lançamentos regulares, podendo ser considerada hoje a maior banda de Metal de Minas Gerais.

 

Apesar de desde o seu início fazer uma mescla interessante de Death Metal com um pouco de Metal Tradicional, após o álbum Bio Violence a banda deu um passo a frente na sua sonoridade, usando algumas vocalizações limpas e deixando seu som ainda mais brutal, trabalhado e com muitos "grooves", o que para a banda e para nós ouvintes, foi positivo.

 

Belligerent, o novo trabalho do quinteto possui uma história interessante, pois é um disco dividido em duas partes, sendo que a primeira foi disponibilizada para download no site da banda e a segunda, que será comentada nas próximas linhas tem a sua versão física e pode ser considerado o seu melhor trabalho!

 

A abertura com The War Remains The Same e Belligerent já começa massacrando nossos pescoços e cabeças com seu ritmo forte, com um trabalho infernal do baterista Beto Loureiro, cuja performance é um dos pontos altos do trabalho, assim como o jogo de vocais, que estão em harmonia e sem exageros!



Belligerent Part Two - Imagem extraída da Internet
Belligerent Part Two - Imagem extraída da Internet

 

E os interlúdios acústicos presentes nos álbuns anteriores, continuam a todo o vapor como em Blood Trail, que além de lembrar a clássica Blood Sand, presente no debut Bonegrinder, lembra um pouco o estilo flamenco, só que o negócio aqui é brutalidade e Corrupted Side By Side é outro dos destaques, com um início brutal e com riffs inspirados e o pique esmaga crânio vai até o fim, nos garantindo uma mescla de dor [pescoço dolorido] e felicidade!

 

Grande trabalho de uma ótima banda que no mês de abril estará no Metal Open Air, em São Luis, no Maranhão se apresentando ao lado de grandes nomes da música nacional e internacional como Anvil, Venom, Matanza, Headhunter DC, entre outros!

 

Se você quer conhecer, não perca a oportunidade de conhecer, e se começou por este, que tal ouvir a primeira parte?

 

Entre no site e bom headbanging!

 

www.drowned.com.br

 

 

Sobre o autor: Joao Messias Jr.

João Messias Jr., ouve rock há mais de 20 anos e neste período criou os fanzines Clepsidra, Da Pacem Domine e New Horizons, este último existe hoje apenas na internet. Além do New Horizons, possui publicações veiculadas em portais como Undersound, Rock Post, Die Fight e Roadie Crew.


+ informações
email: joaomessias@teleobjetiva.com.br
Sobre a TeleObjetiva

A TeleObjetiva estúdio de comunicação Ltda é uma produtora de TV, Vídeo e Fotografia, com sede em São Paulo-SP. Oferece ao mercado soluções em transmissão ao vivo, programas e comerciais em vídeo para TV e Internet e o desenvolvimento de WebRádios, WebTVs e TVs Corporativas.

Newsletter