Entrevista: Dead Snake

933

Views

Você consegue imaginar  qual sensação teria ao ser atormentado todas as noites por um espírito maligno? A princípio seria um enredo de um filme de terror ou suspense correto?



Pelo menos neste caso se trata de um caso real ocorrido com os membros da banda de metal extremo cristão Dead Snake, onde através da fé conseguiram não apenas livrar se deste mal, mas como conceber um Ep maravilhoso chamado Terror Nocturno, que independente de sua crença, religião ou credo tem tudo para figurar na coleção de fãs de música extrema, principalmente os mais ligados no som “Old School”!



Nesta entrevista feita com a banda, hoje composta pelo guitarrista/vocalista Davi e pela baterista Juliana eles nos falam das dificuldades em manter o ministério, a gravação do Ep e da tour que fizeram pelo Norte do Brasil e Argentina!



Com a palavra: Dead Snake!!



DaviJulianaThe Rocker: Olá Davi e Juliana! Primeiramente meus parabéns pelo excelente trabalho do qual comentarei no decorrer desta entrevista, mas por agora começarei  perguntando sobre o início da banda. Como foi chegar neste nome e o porquê de fazer metal extremo?



Davi e Juliana: Primeiramente gostaríamos de dizer que é uma honra para nós do Dead Snake  participar desta entrevista, a banda começou a muitos anos do sonho de Deus, mas só em 2006 que se estabilizou com a formação atual, quanto ao nome significa cobra morta ou serpente morta, que quer dizer uma referência profética com respeito a satanás que muitas vezes é citado nas escrituras sagradas como uma cobra ou serpente. Mas na verdade satanás nunca vai estar morto porque o seu fim é queimar eternamente no lago de fogo e enxofre, daí o nome Dead Snake significa profeticamente que satanás esteja morto nas vidas das pessoas cada vez mais e esse é o intuito da banda. Quanto a tocarmos metal extremo alem de amarmos esse estilo é principalmente porque acreditarmos que Deus nos chamou para levar a verdade da razão humana através deste estilo que tem tudo a ver com a agressividade das letras e ideologia da banda.



The Rocker:  Visto que a banda é cristã, o pessoal secular conhece a banda? E o que acham ao “descobrirem” que a banda prega o evangelho em suas músicas?



Davi e Juliana: Graças a Deus principalmente nestes últimos tempos por conta do “EP” estamos tendo o privilégio de se apresentar em diversos lugares onde a aceitação tem sido cada vez melhor, principalmente porque o Dead Snake por mais que somos uma banda que temos nossa direção espiritual, em todas nossas apresentações falamos literalmente de algo que vai alem de religião,  que tem a ver com poder de um Deus capaz de todas as coisas. Somos uma banda contraria a toda hipocrisia religiosa, odiamos religião!!! O que falamos é algo muito alem disso que tem confundindo e ao mesmo tempo afastando tantas pessoas de Deus.



O nosso Deus não tem nada a ver com essa hipocrisia doentia e mentirosa, o nosso Deus tem a ver com “a sua vida que  tem valor e independente do que os homens digam Deus te diz “Eu tenho uma obra na sua vida”.



The Rocker: O Dead Snake é formado por você nas guitarras e vocais e sua esposa Juliana na bateria, e desta forma vocês gravaram o CD. Há planos de incluírem um baixista ou até mesmo um segundo guitarrista em sua formação?



Davi e Juliana: Em 2006 um pouco antes de estrearmos com esta formação nós ate tínhamos um baixista, porem um pouco antes tivemos que nos apresentar apenas em dois, nesse dia antes de subirmos no palco, Deus falava muito forte nos nossos coraçães que Ele se apresentaria conosco e subiria no palco com agente, mesmo sem entendermos muito bem ,depois de tocarmos algumas pessoas começaram a dizer que tinha escutado o som de um baixo, e isso se repetiu por muitos outros shows, até que um dia um técnico de som nos chamou e disse que ele e sua esposa tinham escutado com tanta certeza o som do baixo, não teve mais como não entendermos que realmente Deus estava tocando com agente.



Terror NocturnoThe Rocker: Enaltecendo as qualidades do trabalho, a arte gráfica é belíssima, indo totalmente de acordo com a temática do CD. Além disso, a capa de Terror Nocturno tem o mérito de fugir do padrão de fugir do padrão usado no metal extremo (cristão ou não), pois lembram aqueles filmes de terror/susupense antigos. Vocês gostam deste tipo de arte?



Davi e Juliana: Agradecemos suas palavras e que bom que o EP tenha agradado, quanto a capa ela é muito especial para nós principalmente por que por trás dela tem uma historia, tudo que fazemos tem um porque e um objetivo e esse capa não foi diferente disso, eu (Davi) particularmente no passado sempre assisti muitos filmes nesse gênero, mas o motivo principal foi porque Deus nos pediu para fazer um coisa que fugisse do padrão e isso foi naturalmente porque na verdade um amigo tatuador que ia fazer a capa, mas apertou o tempo e tivemos que dar um jeito e com algumas fotos em um cenario natural foi só mais o trabalho da montagem e outros detalhes onde tivemos o previlegio do perfeito trabalho dos profissionais Fabio e Flavio da empresa Esparta ,porem se engana quem acha que a Juliana ensenou na foto da capa. A dor era real ela significava a dor tantas pessoas que passam por terror nocturno porem não sabem que só existe um que esta acima de todos os nomes que é poderoso para libertar desse mal e esse nome é Jesus Cristo.




 

 






The Rocker: Agora falando das canções, gostei muito da mescla de Death “Old School”, Black e Grindcore, trazendo coesão e uma banda que não faz feio em temas longos, como a faixa Terror Nocturno, que dá o título ao trabalho. Visto que as faixa Anathema e Tormeta são mais curtas, queria saber se houve preocupação com a duração das faixas do disco.



Davi e Juliana: A única preocupação que tivemos com respeito a tempo nesse trabalho foi em um todo, por que as musicas não podiam passar de 15 minutos se não deixaria de ser um ”EP” que era o objetivo, mas com respeito ao tempo das musicas preferimos fazer mais curtas como as primeiras, principalmente pelos shows, já nas musicas mais novas como Mercenário, Señor de la Guerra e Terror Nocturno são musicas mais longas porque saíram assim quando estávamos compondo, porém cremos que não é uma característica que pretendemos adotar para as próximas que estão vindo.



The Rocker: Ainda falando da arte, no bordo do CD vocês colocaram a seguinte mensagem “UNO CD UMA ALMA/ONE LIFE ONE SOUL”,  quero saber de vocês qual o sentido desta frase e o porquê de incluírem neste lado do CD?



Davi e Juliana: Como já falamos tudo que fazemos tem um porque e essa frase não é diferente, quando estávamos buscando de Deus tudo que colocaríamos no encarte do EP Ele nos dizia que cada pessoa que obtivesse esse trabalho era como se tivesse sendo tocada por esse Deus de salvação e poder de transformação, não só no sentido de libertação do mal de terror noturno, mas também em todos os sentidos. Por isso “um cd uma alma liberta, transformada, restaurada e principalmente salva”.



DaviJuliana2The Rocker: O metal extremo cristão está aos poucos se consolidando como uma referência no mundo, em especial na América do Sul, onde em minha opinião temos os maiores representantes no Brasil: a revista Extreme Brutal Death e o Antidemon. Queria saber a opinião de vocês em relação a estes ministérios?



Davi e Juliana: Realmente são referencias muito fortes e principalmente pelos frutos que geraram tantos outros frutos que é essa nova geração convicta e mais forte do que nunca, temos certeza também que existem muitas outras referencias muito fortes não só no Brasil, mas também em outros paises da América do Sul e do mundo como é o caso da Argentina e Chile que foram paises que vimos realmente referencias não só de bandas compromissadas como também ministérios underground que são grandes ícones nos dias de hoje, somando com os que já existiam e começaram a tantos anos atrás. O que mais nos alegra é saber que algumas bandas e ministérios antigos mesmo com dificuldades não desistiram e estão cada vez mais firmes dando exemplo, força e incentivo para essa nova geração que cresce cada vez mais.



The Rocker: Terror Nocturno fora gravado no Lúmen Studios, mesmo estúdio que fora gravado um clássico do Thrash/Death secular, o também EP The Neither Hell do Scars. Queria saber se conhecem este trabalho e o que os levaram a gravar neste estúdio?



Davi e Juliana: Só ficamos sabendo que o Scars gravou no mesmo estúdio depois que já estávamos no meio das gravações, e para dizer a verdade quando fechamos com o Lúmen nem procurávamos referencias de gravações de outras bandas.  A gravação  foi a melhor possível, e isso foi uma das coisas que contribuiram para o bom andamento desse trabalho, mas principalmente porque Deus estava a nossa frente nos dando direção e colocando esse estúdio no nosso caminho.



The Rocker: Vocês estão fazendo muitos shows. Recentemente fizeram uma tour no Norte do Brasil e depois uma tour na Argentina. Queria que vocês nos contassem as experiências vividas nos dois extremos e quais as diferenças dos públicos em relação a show e fé.



Davi  e Juliana: Graças a Deus depois da gravação deste trabalho muitas portas foram abertas e cada show tem sido uma experiência nova, só de pisar em outro pais já se é especial e diferente pelo publico de cada lugar e cada pais  tem sua característica própria de agir, porem não se tem como falar qual foi melhor porque todos foram especiais tanto na Argentina, Chile ou no norte do Brasil que foi onde fizemos a nossa ultima tour agora em novembro e dezembro. Quanto as experiências uma das muitas que podemos citar agora foi no Norte onde Deus nos levou para entregar para aquele povo que se acha tão esquecido que eles tem valor e que através deles vai haver uma revolução de salvação e referencia underground cristã não só no Brasil como no mundo também, a qual isso já esta acontecendo não por nós do Dead Snake mas porque Deus tem chamado aquele povo tão especial.



 The Rocker: Como todo ano novo que chega, sempre temos nossos planos e previsões. Quais os planos e previsões da banda para 2010!



Davi e Juliana: Esse começo de ano para nós tem sido de muitas decisões, isso porque quando fazíamos uma tour no passado era em férias do trabalho somente uma vez por ano, mas graças a Deus depois da gravação desse EP os convites têm crescido cada vez mais, só nesse ano que passou tivemos que viajar mais ou menos uns 5 meses mesmo sem poder, nesse ano de 2010 tínhamos tudo para fazer mais uma tour logo agora no começo de janeiro e fevereiro no Nordeste do Brasil, porém achamos melhor se resolver um pouco, principalmente quanto ao sustento financeiro e moradia, porem sabemos que estar em tour é a vida do Dead Snake .Aos poucos estamos se desprendendo de tudo, mesmo não sendo fácil. O que nos deixa mais tranqüilos é que Deus tem abreviado esse tempo e em breve estaremos livres 100 % somente para a banda, falta pouco, mas precisamos desses 100% livre para alcançar coisas maiores que estão por vir!



The Rocker: Muito obrigado pela entrevista e deixem uma mensagem para os leitores da Rede Ultra!



Davi e Juliana: Mais uma vez gostaríamos de agradecer a oportunidade de participar da Rede Ultra e dizer para os leitores deste meio que seria uma honra para nós não só  tocarmos ao vivo para vocês, mas também conhece-los pessoalmente em baixo dos palcos, porque isso tem sido muito importante para nós, saibam que diferente talvez do que tenham falado para você que a sua vida não tem valor, nós do Dead Snake estamos aqui para afirmar que você é especial não só para nós, como principalmente para um Deus vivo e poderoso capaz de realizar até mesmo o que nem você mais acredita ser possível de bom na sua vida ou família. Desejamos que você faça parte da família Dead Snake e tenha certeza que sem Deus e vocês nós não somos nada, nossas vidas particulares tem sido de muitos sacrifícios, porem quando sabemos que existem pessoas como você que de alguma maneira estamos transmitindo algo de bom todo esse sacrifício vale muito a pena. Que ainda hoje você entenda e se entregue para esse Deus poderoso que te ama do jeito que você é, e que tem uma vida de vitórias e conquistas para você, assim como um dia nós também fizemos e tudo mudou.



 www.deadsnake.com.br



www.myspace.com/deadsnakebrazil



Fotos: Divulgação

Sobre o autor: Joao Messias Jr.

João Messias Jr., ouve rock há mais de 20 anos e neste período criou os fanzines Clepsidra, Da Pacem Domine e New Horizons, este último existe hoje apenas na internet. Além do New Horizons, possui publicações veiculadas em portais como Undersound, Rock Post, Die Fight e Roadie Crew.


+ informações
email: joaomessias@teleobjetiva.com.br
Sobre a TeleObjetiva

A TeleObjetiva estúdio de comunicação Ltda é uma produtora de TV, Vídeo e Fotografia, com sede em São Paulo-SP. Oferece ao mercado soluções em transmissão ao vivo, programas e comerciais em vídeo para TV e Internet e o desenvolvimento de WebRádios, WebTVs e TVs Corporativas.

Newsletter