Recordando 2011 - albuns nacionais

835

Views

 

Em primeiro lugar, um feliz 2012 a todos e que esse ano seja de muitas realizações e muito Rock And Roll!

 


E vamos começar o ano com o que de melhor rolou em 2011 no Rock/Metal! Só que com tanta coisa boa, fui obrigado a usar critérios e usei como desempate a uniformidade do trabalho, energia e se possível as apresentações ao vivo, e neste procedimento acabei escolhendo os trabalhos das bandas Madame Saatan, Shadowside, Carro Bomba, Santarém e Ecliptyka, não necessariamente nessa ordem, souberam como passar o recado com muita atitude e profissionalismo. Sem mais delongas, com vocês, os melhores álbuns nacionais de 2011:  Madame Saatan - Peixe Homem Doutromundo Discos – Nac Quando estava com a minha lista pronta para escrever essas linhas, acabei tendo a oportunidade de conhecer o segundo álbum deste quarteto vindo do Pará, que está radicado em São Paulo há alguns anos. Assim como no seu primeiro trabalho, o quarteto que tem como vocalista a bela Sammliz aposta numa fusão muito bem feita de Metal Moderno, Thrash e Rock Pesado, que apresenta todos os ingredientes que uma banda precisa, como a agressividade de Respira (primeiro vídeo de divulgação) e Fúria que (contam com um excelente trabalho de guitarras), mas o peso permeia por todo trabalho e faixas mais cadenciadas como Rio Vermelho, A Foice e Sete Dias grudam na cabeça, graças aos vocais bem colocados, o que garantem a diversão.





Tudo aqui está embalado numa excelente produção de Paulo Anhaia (Fresno, Tuatha de Danann, CPM22) e masterização de Alan Douches (Mastodon) o que dá mais qualidade ao disco, que é obrigatório a você que tem a cuca fresca e livre de radicalismos, pois Peixe Homem agrada tanto a você que é do Underground ou do Mainstream! E visando uma maior divulgação do trabalho, a banda deixou Peixe Homem disponível para download gratuito no seu site, então não tem desculpa para não conhecer!www.madamesaatan.com[caption id="attachment_245" align="alignleft" width="150" caption="Inner Monster Out - Imagem extraída da Internet"][/caption] Shadowside - Inner Monster Out Voice Music – Nac Enquanto muitos só reclamam que o Underground não é justo com as bandas, outros trabalham e sempre procuram oferecer o que de melhor ao público, e a Shadowside é uma das bandas que se encaixam nesta categoria! Mais uma vez o quarteto mostra o "Padrão Shadowside de Qualidade" em seu novo álbum, chamado Inner Monster Out, onde literalmente a banda coloca solta todos os monstros, fazendo um álbum vibrante e cheio de intensidade! A produção feita por Fredrik Nordstron fez com que a banda fizesse seu trabalho mais pesado e claro, com músicas feitas para tocar ao vivo, erguendo os punhos e cantando junto os novos clássicos Gag Order, Angel With Horns, Habitchual. In The Name Of Love, a faixa título (que conta com a participação dos vocalistas das bandas Soilwork, Dream Evil e Dark Tranquility), Whatever Our Fortune e a bela versão de Inútil do Ultraje A Rigor são só algumas faixas de destaque, mas o disco em si é consistente e merece ser ouvido por inteiro. Com certeza todo esse esmero valeu a pena, pois Inner Monster Out é o seu melhor registro até agora e deixa uma perspectica animadora para futuros trabalhos! Parabéns e que o seu talento seja cada vez mais reconhecido aqui no Brasil, pois os gringos já tem a Shadowside como um de seus orgulhos! www.shadowside.ws [caption id="attachment_249" align="alignleft" width="150" caption="Carcaça - Imagem extraída da internet"][/caption] Carro Bomba - Carcaça Laser Company – Nac Inicialmente como um trio e numa linha de som mais setentista, após passar por algumas mudanças de formação com a entrada do vocalista Rogério Fernandes e do baterista Heitor Shewchenko a banda deu um salto com o álbum Nervoso, e posteriormente Carcaça, que me surpreendeu por fazer uma mistura inteligente de Rock And Roll, Metal e Thrash! Tendo como base os riffs do Thrash, o peso do Black Sabbath, a banda criou uma fórmula deu certo e que já possui seus clássicos como a contagiante Bala Perdida (bela abertura), Queimando A Largada (que tem um refrão bem Rock And Roll), as pesadas Combustível, O Medo Cala A Cidade, Mondo Plastico, que possuem um clima sabbathico e o final com as agressivas O Foda Se III (com partes Thrash, lembrando a Bay Área) e Tortura, que conta com a participação de Vitor Rodrigues (Torture Squad). A arte é outro destaque, feita por André KItagawa, que parece uma história em quadrinhos com o conceito do trabalho, que ficou muito bem feito e diferente dos trabalhos que muitas bandas vem fazendo hoje! E a banda vem colhendo os frutos deste trabalho, pois Carcaça está na sua segunda prensagem e vem recebendo ótimos reviews pelo Brasil afora, assim como suas apresentações ao vivo devem ser conferidas! Obrigatório! www.carrobombaoficial.com.br

 


 

 


[caption id="attachment_252" align="alignleft" width="150" caption="No Place To Hide - Imagem extraída da internet"][/caption] Santarem – No Place To Hide Die Hard – Nac Taí uma banda que começou muito bem, com um EP, que rendeu uma participação na coletânea William Sheakspeare's Hamlet e um debut, Downtown Station, mas as mudanças de formação atrapalharam (temporariamente) a ascenção do quarteto. E pelo que é apresentado em No Place To Hide, a banda tem tudo para reconquistar o tempo perdido, pois o que temos aqui é uma mescla muito bem feita de Hard Rock dos 70 e 80 com Prog Rock que gera uma mistura agradabilíssima aos nossos ouvidos! Tendo como maiores destaques o guitarrista Alex Andreoni (solos e bases inspiradíssimas) e o vocalista Tiago Scataglia, que cujo alcance de sua voz permitiu que a banda elevasse ainda mais o seu nível musical com sons definitivos como Leave It Out, Far Away, No Words To Say, No Place To Hide e a regravação de Eternal, do EP, onde podemos dizer que a banda lançou o seu melhor trabalho e que se tiver as merecidas chances, vai dar o que falar! Vale a pena conhecer uma banda que tem tudo para mudar o que as pessoas pensam o que é o termo Progressivo, pois ao contrário das quebradeiras, o que caracteriza uma banda do estilo é a sua intensidade, e isso os caras tem de sobra! www.santarem.art.br [caption id="attachment_255" align="alignleft" width="150" caption="A Tale Of Decacence - Imagem extraída da Internet"][/caption] Ecliptyka - A Tale Of Decadence Die Hard – Nac Sabe, pelo menos para mim não há uma fórmula exata de como conhecer e posteriormente curtir uma banda, as vezes o nome soa legal, a capa do CD, enfim, o negócio é que eu sempre tive vontade de conhecer o som desta banda, e depois de ouvir uma coletânea virtual, tive de conhecer a fundo o Ecliptyka ... e não me arrependi! Fazendo um som que mescla o Power Metal, Sinfônico, Melódico e influências bem vindas do Black Metal e do Metalcore, a banda estreou com o pé direito com A Tale Of Decadence, com músicas muito bem feitas e sem exageros! E a temática também vale elogios, pois a banda fez um disco tendo como conceito o Aquecimento Global e o que estamos fazendo com o planeta, inclusive tendo no encarte todas as fontes de pesquisa que serviram de idéias para as letras. E com toda essa aura positiva, só nos resta curtir o som! Destaco We Are The Same, Dead Eyes, Look At Yourself, I've Had Everything, Splendid Cradle que grudam de primeira, pois contém tudo na dose certa, peso, melodia e agressividade. Só que o melhor fica para o final com Berço Esplêndido, que é a versão em português para Splendid Cradle (ambas contam com a participação de Danilo Herbert do Mindflow) que cantada em nosso idioma ficou com muito mais força e tem tudo para conseguir angariar um público fora do Heavy Metal! Com toda a certeza uma das melhores estréias que uma banda de metal poderia ter!www.ecliptyka.com E não deixem de conferir na próxima semana os melhores CD's internacionais de 2011!

 

Sobre o autor: Joao Messias Jr.

João Messias Jr., ouve rock há mais de 20 anos e neste período criou os fanzines Clepsidra, Da Pacem Domine e New Horizons, este último existe hoje apenas na internet. Além do New Horizons, possui publicações veiculadas em portais como Undersound, Rock Post, Die Fight e Roadie Crew.


+ informações
email: joaomessias@teleobjetiva.com.br
Sobre a TeleObjetiva

A TeleObjetiva estúdio de comunicação Ltda é uma produtora de TV, Vídeo e Fotografia, com sede em São Paulo-SP. Oferece ao mercado soluções em transmissão ao vivo, programas e comerciais em vídeo para TV e Internet e o desenvolvimento de WebRádios, WebTVs e TVs Corporativas.

Newsletter