Two Bodies: Dr. Sin

919

Views

Muitos artistas e bandas estão fazendo atualmente o que muitos chamam de "mexer no que é sagrado", ou seja , regravar os antigos clássicos, ou para dar uma melhor produção as canções ou para estrear uma nova formação, enfim, por vários motivos. Bandas como Kiss, Saxon, Journey e muitas outras fizeram recentemente esta prática, com resultados que agradaram a muitos e desagradaram a outros... ...Pois bem, aqui no Brasil esta prática também ocorre com grandes artistas e bandas underground, como o nosso power trio brazuca Dr. Sin, que não resolveu apenas regravar algumas músicas, como sim dar uma nova roupagem a um disco inteiro, o seu clássico debut, Dr. Sin. Seguem nas linhas abaixo meus humildes comentários sobre os dois trabalhos: Dr SinDr. Sin (1993) - Warner/Nac Após uma série de shows na terra do Tio Sam, e negociações com diversas gravadoras, o Dr. Sin conseguiu o que muitos tentam e pouquíssimos conseguem, lançar seu debut por uma "major" e com uma grande estrutura, então o negócio era se preocupar apenas em compor grandes canções! E foi isso que a banda fez: um disco recheado de clássicos, onde o trio numa grande atuação nos faz vibrar em clássicos como Howling In The Shadows, Dirty Woman, Stone Cold Dead, Emotional Catastrophy, as baladas You Stole My Heart e Through My Window (essa um lindo interlúdio acústico), e como você acabou de ler grandes canções aliadas a uma grande perfomance musical. A única ressalva para muitos foi a produção feita por Stephan Galfas, que tinha no curriculo bandas como Stryper e Kingdom Come, que deixou a banda com uma cara "americana" e sem o peso necessário, mas isso não é algo que comprometa em nada! Discão!!! original sinOriginal Sin (2009) - Voice Music/NacUm dos argumentos da banda para esta ousadia é que eles queriam apresentar este excelente trabalho aos fãs mais novos... mas amigos, não se assustem, pois os caras tiveram o cuidado de atualizarem as músicas sem soar oportunista! Comparando com o debut, as músicas estão um pouco diferentes, principalmente os vocais do também baixista Andria Busic que soam mais graves ( e mais legais), além da performance da banda estar mais "musical" do que pirotécnica, principalmente os solos de Edu Ardanuy, como podemos ouvir em Howling In The Shadows.


Como fã a única faixa que me desapontou foi You Stole My Heart, que cujo finalzinho ganhou algumas partes desnecessárias, porém o risco de mexer em antigas canções culmina neste tipo de coisa, mas podemos ouvir o álbum na boa e sem traumas. Outra coisa que vale ser mencionada é a produção, que soa mais orgânica e "jovial", dando uma cara atual as canções! Além das músicas do debut, a banda gravou duas músicas inéditas: Nephelins, que figurará numa trilha de filme mostra uma banda bem pesada e com muitos momentos prog e o AOR You Are My Love, que assim como think It Over do álbum Bravo(2007) parece aquelas Power Ballads saídas dos anos 80, muito legal mesmo! Cara, se você tem o debut, adquira Original Sin também, pois é um registro digno de respeito e caso não tenha nenhum, compre os dois trabalhos, pois valem a aquisição! www.drsin.com.br

Sobre o autor: Joao Messias Jr.

João Messias Jr., ouve rock há mais de 20 anos e neste período criou os fanzines Clepsidra, Da Pacem Domine e New Horizons, este último existe hoje apenas na internet. Além do New Horizons, possui publicações veiculadas em portais como Undersound, Rock Post, Die Fight e Roadie Crew.


+ informações
email: joaomessias@teleobjetiva.com.br
Sobre a TeleObjetiva

A TeleObjetiva estúdio de comunicação Ltda é uma produtora de TV, Vídeo e Fotografia, com sede em São Paulo-SP. Oferece ao mercado soluções em transmissão ao vivo, programas e comerciais em vídeo para TV e Internet e o desenvolvimento de WebRádios, WebTVs e TVs Corporativas.

Newsletter